Os sonhos que sonhamos pra vida e os que ela sonha pra gente

21:08



Sonhar. Toda criança é repleta de sonhos. Eu diria que cada uma delas é constituída de corpo, alma e muitos sonhos, os mais variados sonhos. Todavia, ao crescermos, nós deixamos de acreditar na gente e nos nossos desejos mais profundos, procurando manter os pés firmes no chão assim como as esperanças que brotaram algum dia. Apesar das adversidades, é preciso não perder aquele espírito sonhador que outrora reinava em nosso meio.

Recordo-me de uma manhã nublada em que minha irmã mais velha foi fazer o vestibular na capital do estado. Todos estavam muito esperançosos, era o sonho da vida dela em jogo e uma viagem de quase 300 km só de ida. Naquele tempo eu tinha uns sete anos de idade, curiosa, ousava em perguntar aos meus pais o que minha irmã tinha ido fazer tão longe, e eles animados respondiam: 
_ Foi em busca da realização de um sonho: a tão sonhada vaga em uma instituição pública no curso em que mais se identificava. 

Essa foi a primeira de três vezes em que minha irmã voltava para casa à noite após mais um vestibular. Triste, ela dizia que não tinha sido dessa vez e tudo voltava aos seus devidos lugares. Sei que quando somos crianças não conseguimos aceitar de cara um desejo não concedido, e triste por ver meus pais cabisbaixos e ela sem ter conseguido o êxito da aprovação, soltei involuntariamente um desejo que se fortaleceu a partir desse dia: "quando for minha vez conseguirei o primeiro lugar". Ninguém deu muita bola, afinal, eu era só mais uma criança com o seu turbilhão de sonhos.

Hoje, dez anos após o acontecido, consegui o que almejei desde aquela noite sem estrela alguma. Consegui no meu primeiro vestibular o mérito do primeiro lugar. Assim que recebi a notícia ao invés de pensar em mim e nas minhas realizações pessoais pensei nos meus pais e na minha irmã que hoje não faz o que tanto sonhou um dia.

Alguns anos após não ter conseguido sua vaga, ela começou a trabalhar e pagava seus estudos  com o que ganhava. Não fazia o que sempre amou, mas o que aos poucos aprendeu a amar. Com um emprego fixo, diploma e pós graduação, minha irmã sente-se realizada com  o que faz, mesmo que ainda lembre com um certo desejo da profissão que sonhou exercer um dia.

É, talvez a vida seja isso. Os sonhos, mesmo que com muito esforço e dedicação podem não ser realizados, porém os que um dia sonharam sabem que adaptar um sonho faz parte do pacote. Mesmo com alguns ajustes, o sonho por si só não perde sua essência, seu desejo de se realizar. Quando criança ou adulto, os sonhos estão aí para serem realizados a qualquer momento. Quando não, é preciso aceitar o sonho que a vida sonhou pra gente e fazer dele tão importante quanto o que chegamos a sonhar um dia numa manhã nublada qualquer.

Comente:

1 comentários

  1. Eu cheguei em uma período de minha vida que eu parei de sonhar depois de muitas decepções, porem a pouco tempo descobrir que sou melhor do que eu imaginava e que posso se não desistir, amei seu texto, nunca devemos deixar de sonhar, beijos

    http://www.angelimcosmeticos.com.br/

    ResponderExcluir